quinta-feira, 28 de junho de 2012

Cotas sociais - uma dívida que começa a ser quitada

Pois é... Digamos que sejam implementadas as cotas sociais (50% das vagas das federais para alunos oriundos da escola pública). Vejam a notícia: cotas sociais!

Por mais corretas que estejam, as cotas sociais podem ser vistas ao menos de dois ângulos distintos:

1) Finalmente, abandonando a pauta promotora de racismo (cotas raciais!), o congresso caminha na direção certa.
As cotas sociais vão levar os estudantes que efetivamente precisam a terem a educação gratuita, exatamente como sempre deveria ter sido.  A regra poderia ser complementada com o "pagamento do ensino" pelos que podem pagá-lo. Ou seja, quem pode pagar, se quiser entrar, e entrar, deve pagar! Seja da cota ou não. 


2) Infelizmente - e isso não me põe contra as cotas sociais - é imprevisível o que vai ocorrer com a educação no país.

Muitas indagações caberiam aqui:

1) o nível de ensino das federais vai (a) manter-se? (b) cair? (c) subir?
2) o nível geral de ensino vai: (a) aumentar?  (b) diminuir?
3) as federais vão apenas dar continuidade ao nível de ensino dos níveis inferiores? Ou vão ajudar a melhorá-los?
4) onde se situarão, no futuro, os pólos de excelência de pesquisa e desenvolvimento no país? (no modelo americano, sabe-se onde estão tais pólos...).
5) .... muitas outras indagações...